segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Então, que seja doce!

Repito todas as manhãs, ao abrir a janela para deixar entrar o sol ou o cinza dos dias, bem assim, que seja doce. 
Quando há sol, e esse sol bate na minha cara amassada do sono ou da insônia, repito 7 vezes para dar sorte:
 que seja doce, que seja doce...
Mas, se alguém me perguntasse o que deverá ser doce, talvez não saiba responder. 


Caio F.

1 comentários:

Lu Nascimento disse...

O que menos importa é "o que" será doce, porque o importante é "que seja doce", não é mesmo?! rs'...


beijo raro ;*