quinta-feira, 14 de outubro de 2010

saudade, essa é a palavra.

Esta noite voltei a sonhar com pessoas e fatos do passado.O passado, misturado com o presente. Foi estranho, mas bom. Gostaria que pudesse haver essa mistura na vida real. Dói ter que me afastar de certas pessoas, por escolher outras. Não gosto desse tipo de escolha. Machuca. Deixa um buraco. Faz falta. Sei que as coisas não poderiam ser exatamente as mesmas, por motivos óbvios. Mas não ia fazer mal para ninguém (ou ia?), ligar só pra dar um oi. Conversar, saber como vai a vida. Casou, namorou, largou, comprou uma bicicleta azul?
Não sei. Mas queria muito saber. 

"Saudade é, basicamente, não saber"

2 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

É ser, depois de ter.

It's me. disse...

Infelizmente muitas pessoas levam essa "troca" como regra.
Mas no fim a gente vê que "há males que vem para o nosso bem".

Gosto, mesmo, daqui.

Um beijo.