segunda-feira, 30 de agosto de 2010

sobre a morte (de novo)

Alguns acontecimentos do fim de semana me trouxeram lembranças não muito boas de três anos atrás...
Mas também me fizeram reforçar o que aprendi sobre a morte nos últimos três anos. Morrer não é ruim. Pra quem continua vivo é que fica mais difícil, conviver com a perda, com a dor, com a saudade, com o vazio que fica, é que é complicado. Quem se vai evoluiu, nos deixa mas vai viver em um mundo melhor. Parte para outra era, outro ciclo, outra vida. 
O melhor que temos a fazer, é torcer para que tudo dê certo nessa nova etapa de sua eternidade. 

Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraiso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas. Morrer não dói.
Cazuza

1 comentários:

Anônimo disse...

perfeito