domingo, 8 de agosto de 2010

Feliz dia dos pais

Sabe, passei o dia pensando no que escrever aqui sobre você. Pensei, repensei. Acendi velas, tentei lembrar todos os momentos felizes que passamos juntos. Foram tantos, mas ao mesmo tempo tão poucos. Eu estava aqui sentada assistindo o filme "P.S. I love you" e pensando como eu gostaria que tu também tivesse me deixado cartas. Cartas me dizendo o que fazer, o que vestir, para onde ir... como no filme. Mas você não deixou. Você simplesmente não teve tempo. E no tempo que tu teve, que nós tivemos, nada foi dito. Na verdade foram ditas tantas coisas, mas eu simplesmente não prestei atenção como deveria. Desculpe-me por isso. Sabe, às vezes me sinto tão perdida, "só, numa multidão", sinto que falta um pedaço de mim. E por mais que eu tente, nada preenche. Ninguém pode te substituir. Você continua ocupando o mesmo lugar no meu coração, mas ficou vazio o lugar que você ocupava na minha vida, nos meus dias, feriados, natais, e, principalmente, no dia dos pais.
Espero que você esteja bem por aí. Não te preocupa comigo, estou muito bem. Deus tirou você dos meus dias aqui na terra, mas me deixou muitas pessoas boas (algumas que sempre estiveram comigo, e outras que encontrei no caminho, nestes últimos três anos. Gostaria que você conhecesse..).
Obrigada por tudo.
Sinto tua falta. Todo o tempo.


Feliz dia dos pais, Pai.



P.S. I love you!

0 comentários: