segunda-feira, 7 de junho de 2010

Que eu leve...


Sorria, seja gentil, ame, semeie fraternidade onde quer que esteja. Deixe fluir a paz do Alto em sua existência! Não permita que a acomodação, a raiva, o desânimo, sejam obstáculos para a sua instalação no planeta. Mude, pois mudando você, você muda o mundo.

Onde houver trevas, que possamos levar a luz, sempre...



Onde houver ódio, que eu leve o amor;

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;

Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver dúvida, que eu leve a fé;

Onde houver erro, que eu leve a verdade;

Onde houver desespero, que eu leve a esperança;

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;

Onde houver trevas, que eu leve a luz.


Redação do Momento Espírita.
Em 04.06.2010.

0 comentários: