sábado, 30 de maio de 2009

Quando um dia..

Quando um dia, ela acordou, e percebeu que em sua própria volta, tinha aquele poço de porquês pra ser feliz. Ela aprendeu a se olhar no espelho também, pra descer do trono e pular carnaval com a vida. Ela faria do jeito dela. Pra se preocupar em ser gentil, e não apenas certa. Pra se despreocupar, e pensar só no essencial; e ser serena e sábia pra continuar. Ter motivo de sobra pra cantar, pra dançar, remexer e acordar todo dia. Ter amigos bobos, boçais, matemáticos, sumidos, difíceis. E ter pra onde fugir.. Pra aprender novamente a amar sem em troca amada ser. Ter com quem contar a qualquer momento. E ter alguém. Ter abrigo quando já não se pode mais. Só pra ver deitar o sol sobre os seus braços castos, pra fazer do seu sorriso um abrigo. Pra ser feliz, não importa a circunstância..

0 comentários: